Material de Estudos

Para contribuir com a formação da cultura árabe dentro de cada um de nós.

A 9842 BAIXA.jpg
A Dança do Ventre

Fonte: Central da Dança do Ventre

 

Originalmente o nome da Dança do Ventre é Racks el Sharqi, cujo significado do árabe é Dança do Leste. Posteriormente este nome foi traduzido pelos franceses como Danse du Ventre e pelos norte-americanos como Belly Dance. Chegou ao Brasil, portanto, como Dança do Ventre, ou Dança Oriental Árabe ou ainda Dança do Leste que seria a forma mais correta de chamá-la, de acordo com a tradução do árabe para o português.Segundo SHAHRAZAD, a pioneira da Dança do Ventre no Brasil, Dança do Leste foi o nome dado a esta dança porque “significa onde o sol nasce, de onde a mulher recebe as energias e o poder do Sol”.

 
Mahmoud Reda

Fonte: http://www.casbahdance.org/RedaInterview.htm

Não podemos falar da dança no Egito nos últimos 50 anos sem falar do Grupo Reda. Esse grupo provocou grande impacto no Egito em seus aspectos artístico, social e cultural, com suas elaborações coreográficas inovadoras e criativas que se propuseram a levar ao palco o folclore egípcio de forma adaptada aos espetáculos.

Oum Kalthoum

Fonte: https://cadernosdedanca.wordpress.com

Oum Kalthoum nasceu em uma vila rural do delta do Nilo conhecida como Tamayet-el-Zahayra, entre 1898 e 1904, a data é imprecisa. Ainda era muito pequena quando entrou em uma escola religiosa e lá aprendeu a memorizar o Alcorão (Qur’na) e a falar árabe perfeitamente. Nesta época, seu pai e alguns familiares faziam apresentações de canto em casamentos e festas. De tanto ouvi-los, aprendeu a cantar e, em pouco tempo, já cobria ausências no coral cujo repertório era de músicas religiosas e citações do livro. Aos oito anos, impressionava plateias e foi convidada para cantar nas cidades vizinhas.

 

Bailarinas Referência

Fonte: https://cadernosdedanca.wordpress.com

Conheça um pouco da história das bailarinas que fizeram e fazem parte da história da dança do ventre, e que até hoje são estudadas como referências!

 

Entre elas estão Azza Shariff, Dina, Fifi Abdo, Samia Gamal, Tahia Carioca.

 

Tipos de Dança

 

São tantas modalidades, tantos estilos, que muita gente acaba se perdendo.

Ou pior: não se aprofundando nas diferentes técnicas da dança árabe.

Afinal, o que é punhal, pra que serve o candelabro? E a espada? Pandeiro?

 

Descubra aqui!

 

Instrumentos Musicais

 

E no meio daquela música maravilhosa que você ama, aparece uma flautinha.

Ou no meio do taqsim, o músico resolve dedilhar umas cordinhas.

Oi? O que faço nessa hora? 

Pra não rolar o desespero, dá uma olhada na seleção de instrumentos aqui!

 

Ritmos Árabes

 

O estudo é uma parte muito importante na vida de uma bailarina.

Conhecer os instrumentos musicais, os tipos de dança, o que "pode" e o que "não pode".

Além da harmonia, da técnica, da estética, ter um bom ouvido é fundamental para fazer uma apresentação impecável!

Conheça os principais aqui!