Taksin

É um momento de entrega da bailarina onde por sua vez deve relaxar e improvisar dentro de um só instrumento ou mais.

 

Essa improvisação é sem ritmo e não é pré-definida ou com uma estrutura definida, podendo representar o solo de um determinado instrumentista dentro de uma composição ou mesmo de uma criação feita no momento pelo músico. Até mesmo um solo de derbak é considerado Taksin.

 

Muitas pessoas o definem como sendo uma improvisação, o que seria muito pouco para definir algo tão sublime quanto é o Taksin. É um momento de pura entrega, onde a bailarina pode proporcionar ao público um grande deleite de interpretação musical através da sua introspecção pessoal (sua maturidade, emoções vividas, assim como experiência de mulher) demonstrada através da expressão corporal pelos movimentos sinuosos ou tremidos (técnica).

 

Esses movimentos não devem ser elaborados pensando na técnica e sim devem ser fluidos a partir do som que está se ouvindo.

Geralmente, nunca é tocado da mesma maneira duas vezes, começa primeiro explorando poucas notas musicais e gradualmente vai ampliando essa gama.

 

Essa graduação não acontece apenas pelo músico mas pela bailarina também, a dança vai crescendo aos poucos. Musico e bailarinas andam lado a lado. É um momento de pura expressão corporal e sentimental.

 

Geralmente é encontrado no meio de um show ou no meio de uma musica, tanto a bailarina como o musico são responsáveis por ele, ambos devem se inspirar e irem evoluindo para um diálogo com uma comunicação sensitiva.

É realizado com muita emoção, estabelecendo contato visual muito sutil com seu publico.

 

PRINCIPAIS INSTRUMENTOS ÁRABES UTILIZADOS NO TAKSIN

 

Os Instrumentos da música árabe são variados e podemos destacar os mais utilizados tais como, os de corda (alaúde, violino e kannon), os de sopro (vários tipos de flautas; as mais usadas são o nay e o miguêz) e os instrumentos de percussão (doholla, snujs, dâff, reque, mazhar tablet, e o derbak). Os instrumentos podem ser também classificados em percussivos, melódicos e harmônicos. A percussão é o lado instintivo e está ligado ao quadril; a melodia corresponde aos sentimentos e está ligada ao peito; a harmonia ao lado racional correspondente à cabeça. Apresentaremos a seguir alguns destes instrumentos:

 

  • Nay

  • Kannon

  • Alaúde

  • Violino

  • Arcodeon